INQUIÉTUDE – João Paulo Esteves da Silva – Review

João Paulo Esteves da Silva   Jazz. Não estava a contar utilizar a palavra quando o Filipe me pediu para escrever sobre este «Inquiétude»; escrevo, para já, sob o efeito da surpresa. Conhecendo os trabalhos anteriores, estaria agora à espera

INQUIÉTUDE – João Paulo Esteves da Silva – Review

João Paulo Esteves da Silva   Jazz. Não estava a contar utilizar a palavra quando o Filipe me pediu para escrever sobre este «Inquiétude»; escrevo, para já, sob o efeito da surpresa. Conhecendo os trabalhos anteriores, estaria agora à espera

Foreigner – from Inquiétude album

  From my last concert in Lisboa, oct. 2015 (Teatro S. Luiz) – Foreigner – this tune was composed in Stockholm during my master studies and it’s my foreigner’s perspective from a new place a new home. Have a look 

Foreigner – from Inquiétude album

  From my last concert in Lisboa, oct. 2015 (Teatro S. Luiz) – Foreigner – this tune was composed in Stockholm during my master studies and it’s my foreigner’s perspective from a new place a new home. Have a look 

«Tudo no mundo começou com um sim»

estreia absoluta 20 a 24 de jan / CCB / LISBOA Criação e interpretação: Sara Anjo (dança)Filipe Raposo (piano)  

«Tudo no mundo começou com um sim»

estreia absoluta 20 a 24 de jan / CCB / LISBOA Criação e interpretação: Sara Anjo (dança)Filipe Raposo (piano)  

Original soundtrack – Ruinas – Teatro S. Luiz :: Lisboa

2016 vai começar no Teatro S. Luiz – RUÍNAS – aclamada peça da norte-americana Lynn Nottage, premiada com o Pulitzer em 2009, com musica original de minha autoria. Conta-nos as histórias dramáticas de violação e escravatura de seis mulheres congolesas

Original soundtrack – Ruinas – Teatro S. Luiz :: Lisboa

2016 vai começar no Teatro S. Luiz – RUÍNAS – aclamada peça da norte-americana Lynn Nottage, premiada com o Pulitzer em 2009, com musica original de minha autoria. Conta-nos as histórias dramáticas de violação e escravatura de seis mulheres congolesas

Inquiétude – Mário Laginha Review

Unglamorous Profession : Piano: Filipe Raposo Electric Guitar: Andy Yeo Double Bass: Samuel Löfdahl Drums: Karl-Henrik Ousbäck Mário Laginha Quando oiço um disco, aquilo que procuro, antes de mais, é ter prazer em ouvi-lo. Não sou, portanto, diferente da larga

Inquiétude – Mário Laginha Review

Unglamorous Profession : Piano: Filipe Raposo Electric Guitar: Andy Yeo Double Bass: Samuel Löfdahl Drums: Karl-Henrik Ousbäck Mário Laginha Quando oiço um disco, aquilo que procuro, antes de mais, é ter prazer em ouvi-lo. Não sou, portanto, diferente da larga

NEW ALBUM – INQUIÉTUDE – 9 Outubro / 21:00 / Teatro S. Luiz / Lisboa

Inquiétude Toda a viagem é um regresso ao ponto de partida para partir de novo entre a água e o vento. António Ramos Rosa Inquiétude resulta da aprendizagem que decorreu dos dois anos que (Filipe Raposo) passou em Estocolmo. Da sua

NEW ALBUM – INQUIÉTUDE – 9 Outubro / 21:00 / Teatro S. Luiz / Lisboa

Inquiétude Toda a viagem é um regresso ao ponto de partida para partir de novo entre a água e o vento. António Ramos Rosa Inquiétude resulta da aprendizagem que decorreu dos dois anos que (Filipe Raposo) passou em Estocolmo. Da sua

filipe_raposo

Interview in Ípsilon

Recent interview about my artistic residency in Cinemateca Portuguesa, Lisbon. / Entrevista sobre a minha residência artística na Cinemateca Portuguesa em Lisboa

filipe_raposo

Interview in Ípsilon

Recent interview about my artistic residency in Cinemateca Portuguesa, Lisbon. / Entrevista sobre a minha residência artística na Cinemateca Portuguesa em Lisboa